Algumas Reflexões a Quem Está Considerando o Divórcio (Some Thoughts for Those Who Are Considering Divorce)

Não quero julgar aqueles que já se divorciaram, pois conheço muitas pessoas cujos divórcios ou estavam fora do seu controle ou tornaram-se necessários por conta de contínuos abusos e infidelidade. Este NÃO é um texto feito para atacar os divorciados. Na verdade, ela é para os muitos crentes que podem estar considerando o divórcio cedo demais, porque isso é uma norma cultural. Por favor, não se sinta julgado; isto é para ajudar algumas pessoas, mesmo que possa não ajudar a você.

• Confie no Senhor, não em si mesmo. Relacionamentos podem causar dor e machucar, e pessoas machucadas não conseguem pensar direito. Deus sabe todas as coisas, tudo vê e faz com que tudo coopere para o seu bem. Confie no Senhor e no que Ele diz em sua Palavra.

"Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apóie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas." (Provérbios 3:5,6).

"Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito. Pois aqueles que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho". (Romanos 8:28,29a)

• Compreenda que a resposta para o sofrimento nem sempre é afastar-se dele. Às vezes Deus nos chama a segui-Lo, ao andar ou permanecer em sofrimento. (Eu não estou falando em permanecer em situação abusiva; mas sim, sobre tantos outros conflitos e sofrimentos da vida, que pessoas casadas enfrentam em um mundo caído. Vide nossos textos para mulheres em situação de violência doméstica).

"Jesus dizia a todos: 'Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome diariamente a sua cruz e siga-me'". (Lucas 9:23)
"Amados, não se surpreendam com o fogo que surge entre vocês para os provar, como se algo estranho lhes estivesse acontecendo. Mas alegrem-se à medida que participam dos sofrimentos de Cristo, para que também, quando a sua glória for revelada, vocês exultem com grande alegria. ... Se algum de vocês sofre, que não seja como assassino, ladrão, criminoso ou como quem se intromete em negócios alheios. Contudo, se sofre como cristão, não se envergonhe, mas glorifique a Deus por meio desse nome". (1 Pedro 4:12–16).

• Pondere sobre Deus estar realizando um propósito nos seus sofrimentos.

"Não só isso, mas também nos gloriamos nas tribulações, porque sabemos que a tribulação produz perseverança; a perseverança, um caráter aprovado; e o caráter aprovado, esperança". (Romanos 5:3,4).

"Considero que os nossos sofrimentos atuais não podem ser comparados com a glória que em nós será revelada". (Romanos 8:18)

"Pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão produzindo para nós uma glória eterna que pesa mais do que todos eles". (2 Coríntios 4:17).

• Espere no Senhor. Não aja precipitadamente. Mantenha as portas abertas. Apenas feche as portas que você tiver certeza que Deus mandou você fechar.

"Espere no SENHOR. Seja forte! Coragem! Espere no SENHOR". (Salmo 27:14).

"Será que você não sabe? Nunca ouviu falar? O Senhor é o Deus eterno, o Criador de toda a terra. Ele não se cansa nem fica exausto, sua sabedoria é insondável. Ele fortalece ao cansado e dá grande vigor ao que está sem forças. Até os jovens se cansam e ficam exaustos, e os moços tropeçam e caem; mas aqueles que esperam no Senhor renovam as suas forças. Voam bem alto como águias; correm e não ficam exaustos, andam e não se cansam". (Isaías 40:28–31).

• Não apenas confie que Deus pode mudar o coração de outra pessoa. Confie que Ele pode renovar e mudar o seu coração.

"Darei a vocês um coração novo e porei um espírito novo em vocês; tirarei de vocês o coração de pedra e lhes darei um coração de carne". (Ezequiel 36:26).

"Por isso não desanimamos. Embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia". (2 Coríntios 4:16).

• Medite nas Escrituras sobre a questão do casamento, da separação e do divórcio.

Jesus: "Foi dito: ‘Aquele que se divorciar de sua mulher deverá dar-lhe certidão de divórcio’. Mas eu lhes digo que todo aquele que se divorciar de sua mulher, exceto por imoralidade sexual, faz que ela se torne adúltera, e quem se casar com a mulher divorciada estará cometendo adultério". (Mateus 5:31,32).

"Alguns fariseus aproximaram-se dele para pô-lo à prova. E perguntaram-lhe: 'É permitido ao homem divorciar-se de sua mulher por qualquer motivo?' Ele respondeu: 'Vocês não leram que, no princípio, o Criador ‘os fez homem e mulher’, e disse: ‘Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois se tornarão uma só carne’? Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém o separe'. Perguntaram eles: 'Então, por que Moisés mandou dar uma certidão de divórcio à mulher e mandá-la embora?' Jesus respondeu: 'Moisés lhes permitiu divorciar-se de suas mulheres por causa da dureza de coração de vocês. Mas não foi assim desde o princípio. Eu lhes digo que todo aquele que se divorciar de sua mulher, exceto por imoralidade sexual, e se casar com outra mulher, estará cometendo adultério". (Mateus 19:3–9).

Jesus: "Mas no princípio da criação Deus ‘os fez homem e mulher’. ‘Por esta razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois se tornarão uma só carne’. Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém o separe". (Marcos 10:6–9).

"Ele [Jesus] respondeu: 'Todo aquele que se divorciar de sua mulher e se casar com outra mulher, estará cometendo adultério contra ela. E se ela se divorciar de seu marido e se casar com outro homem, estará cometendo adultério". (Marcos 10:11,12).

Jesus: "Quem se divorciar de sua mulher e se casar com outra mulher estará cometendo adultério, e o homem que se casar com uma mulher divorciada do seu marido estará cometendo adultério". (Lucas 16:18).

"...pela lei a mulher casada está ligada a seu marido enquanto ele estiver vivo; mas, se o marido morrer, ela estará livre da lei do casamento. Por isso, se ela se casar com outro homem enquanto seu marido ainda estiver vivo, será considerada adúltera. Mas se o marido morrer, ela estará livre daquela lei, e mesmo que venha a se casar com outro homem, não será adúltera". (Romanos 7:2,3).

"Que a esposa não se separe do seu marido. Mas, se o fizer, que permaneça sem se casar ou, então, reconcilie-se com o seu marido. E o marido não se divorcie da sua mulher. ... Se um irmão tem mulher descrente, e ela se dispõe a viver com ele, não se divorcie dela. E, se uma mulher tem marido descrente, e ele se dispõe a viver com ela, não se divorcie dele. ... [15,16] Todavia, se o descrente separar-se, que se separe. Em tais casos, o irmão ou a irmã não fica debaixo de servidão; Deus nos chamou para vivermos em paz. Você, mulher, como sabe se salvará seu marido? Ou você, marido, como sabe se salvará sua mulher? ... [27] Você está casado? Não procure separar-se. Está solteiro? Não procure esposa. ... [39] A mulher está ligada a seu marido enquanto ele viver. Mas, se o seu marido morrer, ela estará livre para se casar com quem quiser, contanto que ele pertença ao Senhor". (1 Coríntios 7:10–13; 15,16; 27,39).

"Eu odeio o divórcio", diz o Senhor, o Deus de Israel". (Malaquias 2:16).

• Qualquer decisão que você considerar tomar, pergunte se é possível tomá-la para a glória de Deus.

"Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus". (1 Coríntios 10:31).

Será que é possível separar-se, mas sem se divorciar, esperar no Senhor, permanecer aberto à possibilidade de reconciliação e fazer isso para a glória de Deus?

É possível divorciar-se para a glória de Deus?

• Qualquer decisão que você considerar tomar, pergunte se é possível tomá-la em nome do Senhor Jesus.

"Tudo o que fizerem, seja em palavra ou em ação, façam-no em nome do Senhor Jesus, dando por meio dele graças a Deus Pai". (Colossenses 3:17).

Será que é possível separar-se, mas sem se divorciar, esperar no Senhor, permanecer aberto à possibilidade de reconciliação e fazer isso em nome do Senhor Jesus?

É possível divorciar-se em nome do Senhor Jesus?

• Qualquer decisão que você tomar, pergunte a si mesmo se é possível tomá-la de acordo com uma mente renovada e transformada, e não em conformidade com o padrão do mundo.

"Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês. Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus". (Romanos 12:1,2).

Será que é possível separar-se, mas sem se divorciar, esperar no Senhor, fazê-lo com uma mente renovada e transformada, sem agir em conformidade com o padrão do mundo?

É possível divorciar-se, tendo uma mente renovada e transformada, sem agir em conformidade com o padrão do mundo?

• Qualquer decisão que você tomar, pergunte a si mesmo se é possível tomá-la de acordo com a graça e a verdade de Jesus.

"Pois a Lei foi dada por intermédio de Moisés; a graça e a verdade vieram por intermédio de Jesus Cristo". (João 1:17).

Será que é possível separar-se, mas sem se divorciar, esperar no Senhor, permanecer aberto à possibilidade de reconciliação e fazê-lo de acordo com a graça e a verdade de Jesus?

É possível divorciar-se e fazê-lo de acordo com a graça e a verdade de Jesus?

• Qualquer decisão que você considerar tomar, pergunte-se se é possível fazê-lo, enquanto se é revestido do fruto do Espírito de Deus.

"Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei. Os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos. Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito." (Gálatas 5:22–25). Randy Alcorn (@randyalcorn) escreveu mais de cinquenta livros e é fundador e diretor da Eternal Perspective Ministries.


Some Thoughts for Those Who Are Considering Divorce

I do not stand in judgment of those who’ve been divorced, and I know many people whose divorces were either outside their control, or were made necessary by continued abuse and unfaithfulness. This is NOT an attack piece on the divorced. It is written for the many believers who may be considering a divorce too soon because it is a cultural norm. Please don’t feel judged, but this is to help some people even though it may be of no help to you.

1. Trust the Lord, don’t trust yourself. Relationships can cause hurt, and hurt people find it hard to think straight. God knows all, sees all, and works everything together for your good. Trust in the Lord and what He says in his Word.

“Trust in the LORD with all your heart and lean not on your own understanding; in all your ways submit to him, and he will make your paths straight.” (Proverbs 3:5-6)

“And we know that in all things God works for the good of those who love him, who have been called according to his purpose. For those God foreknew he also predestined to be conformed to the image of his Son.” (Romans 8:28-29)

2. Realize that the answer to suffering is not always to move away from it. God sometimes calls us to follow Him by walking into or remaining under suffering. (I am not talking about remaining under abuse, see www.epm.org/blog/2013/Mar/18/abused-women, but the many other conflicts and sufferings of life that married people face in a fallen world.)

“Then Jesus said to them all: ‘Whoever wants to be my disciple must deny themselves and take up their cross daily and follow me.’” (Luke 9:23)

“Dear friends, do not be surprised at the fiery ordeal that has come on you to test you, as though something strange were happening to you. But rejoice inasmuch as you participate in the sufferings of Christ, so that you may be overjoyed when his glory is revealed. …If you suffer, it should not be as a murderer or thief or any other kind of criminal, or even as a meddler. However, if you suffer as a Christian, do not be ashamed, but praise God that you bear that name.” (1 Peter 4:12-16)

3. Contemplate that God is accomplishing a purpose in your sufferings.

“Not only so, but we also glory in our sufferings, because we know that suffering produces perseverance; perseverance, character; and character, hope.” (Romans 5:3-4)

“Our present sufferings are not worth comparing with the glory that will be revealed in us.” (Romans 8:18)

“For our light and momentary troubles are achieving for us an eternal glory that far outweighs them all.” (2 Corinthians 4:17)

4. Wait on the Lord. Don’t act hastily. Keep doors open. Only close the doors that you are certain God says you should close.

“Wait for the LORD; be strong and take heart and wait for the LORD.” (Psalm 27:14)

“Do you not know? Have you not heard? The Lord is the everlasting God, the Creator of the ends of the earth. He will not grow tired or weary, and his understanding no one can fathom. He gives strength to the weary and increases the power of the weak. Even youths grow tired and weary, and young men stumble and fall; but those who hope in the Lord will renew their strength. They will soar on wings like eagles; they will run and not grow weary, they will walk and not be faint.” (Isaiah 40:28-31)

5. Don’t just trust that God can change someone else’s heart. Trust that He can change and renew your heart. 

“I will give you a new heart and put a new spirit in you; I will remove from you your heart of stone and give you a heart of flesh.” (Ezekiel 36:26)

“Therefore we do not lose heart. Though outwardly we are wasting away, yet inwardly we are being renewed day by day.” (2 Corinthians 4:16)

6. Meditate on Scripture related to the issue of marriage, separation and divorce.

Jesus: “It has been said, ‘Anyone who divorces his wife must give her a certificate of divorce.’ But I tell you that anyone who divorces his wife, except for marital unfaithfulness, causes her to become an adulteress, and anyone who marries the divorced woman commits adultery.” (Matthew 5:31-32)

“Some Pharisees came to him to test Jesus. They asked, ‘Is it lawful for a man to divorce his wife for any and every reason?’ ‘Haven’t you read,’ he replied, ‘that at the beginning the Creator “made them male and female,” and said, “For this reason a man will leave his father and mother and be united to his wife, and the two will become one flesh”? So they are no longer two, but one. Therefore what God has joined together, let man not separate.’ ‘Why then,’ they asked, ‘did Moses command that a man give his wife a certificate of divorce and send her away?’ Jesus replied, ‘Moses permitted you to divorce your wives because your hearts were hard. But it was not this way from the beginning. I tell you that anyone who divorces his wife, except for marital unfaithfulness, and marries another woman commits adultery.’” (Matthew 19:3-9)

Jesus: “But at the beginning of creation God ‘made them male and female.’ ‘For this reason a man will leave his father and mother and be united to his wife, and the two will become one flesh.’ So they are no longer two, but one. Therefore what God has joined together, let man not separate.” (Mark 10:6-9)

“Jesus answered, ‘Anyone who divorces his wife and marries another woman commits adultery against her. And if she divorces her husband and marries another man, she commits adultery.’” (Mark 10:11-12)

Jesus: “Anyone who divorces his wife and marries another woman commits adultery, and the man who marries a divorced woman commits adultery.” (Luke 16:18)

“...by law a married woman is bound to her husband as long as he is alive, but if her husband dies, she is released from the law of marriage. So then, if she marries another man while her husband is still alive, she is called an adulteress. But if her husband dies, she is released from that law and is not an adulteress, even though she marries another man.” (Romans 7:2-3)

“A wife must not separate from her husband. But if she does, she must remain unmarried or else be reconciled to her husband. And a husband must not divorce his wife. …If any brother has a wife who is not a believer and she is willing to live with him, he must not divorce her. And if a woman has a husband who is not a believer and he is willing to live with her, she must not divorce him ... [15-16] But if the unbeliever leaves, let him do so. A believing man or woman is not bound in such circumstances; God has called us to live in peace. How do you know, wife, whether you will save your husband? Or, how do you know, husband, whether you will save your wife?.... [27] Are you married? Do not seek a divorce. Are you unmarried? Do not look for a wife ... [39] A woman is bound to her husband as long as he lives. But if her husband dies, she is free to marry anyone she wishes, but he must belong to the Lord.” (1 Corinthians 7:10-13, 15-16, 27, 39)

“‘I hate divorce,’ says the LORD God of Israel.” (Malachi 2:16)

7. Whatever actions you consider taking, ask whether you can take that action for the glory of God.

“So whether you eat or drink or whatever you do, do it all for the glory of God.” (1 Corinthians 10:31)

Can you be separated but not pursue a divorce, wait on the Lord, and remain open to the possibility of reconciliation, and do this to the glory of God?

Can you pursue a divorce to the glory of God?

8. Whatever actions you consider taking, ask whether you can take that action in the name of the Lord Jesus. 

“And whatever you do, whether in word or deed, do it all in the name of the Lord Jesus, giving thanks to God the Father through him.” (Colossians 3:17)

Can you be separated but not pursue a divorce, wait on the Lord and remain open to the possibility of reconciliation, and do this in the name of the Lord Jesus?

Can you pursue a divorce in the name of the Lord Jesus?

9. Whatever action you take, ask yourself if you can take it in keeping with a renewed and transformed mind, and not in conformity to the pattern of the world. 

“Therefore, I urge you, brothers and sisters, in view of God’s mercy, to offer your bodies as a living sacrifice, holy and pleasing to God—this is your true and proper worship. Do not conform to the pattern of this world, but be transformed by the renewing of your mind. Then you will be able to test and approve what God’s will is—his good, pleasing and perfect will.” (Romans 12:1-2)

Can you be separated but not pursue a divorce, wait on the Lord and do so with a renewed and transformed mind, acting not in conformity to the world’s pattern?

Can you pursue a divorce with a renewed and transformed mind, acting not in conformity to the world’s pattern?

10. Whatever action you take, ask yourself if you can take it in keeping with the grace and truth of Jesus. 

“For the law was given through Moses; grace and truth came through Jesus Christ.” (John 1:17)

Can you be separated but not pursue a divorce, wait on the Lord and remain open to the possibility of reconciliation, and do so in keeping with the grace and truth of Jesus?

Can you pursue a divorce and do so in keeping with the grace and truth of Jesus?

11. Whatever action you consider, ask yourself if it can be done while bearing the fruit of God’s Spirit. 

“But the fruit of the Spirit is love, joy, peace, forbearance, kindness, goodness, faithfulness, gentleness and self-control. Against such things there is no law. Those who belong to Christ Jesus have crucified the flesh with its passions and desires. Since we live by the Spirit, let us keep in step with the Spirit.”  (Galatians 5:22-25)

Photo: Unsplash

Randy Alcorn, founder of EPM

Randy Alcorn (@randyalcorn) is the author of over fifty books and the founder and director of Eternal Perspective Ministries

You might also like…